Um negócio saudável inevitavelmente tem sua base nos aspectos financeiros, o que implica em criar processos estruturados, saber como o dinheiro está sendo movimentado na sua empresa – o que entra, o que sai, qual foi o lucro do mês, as despesas, dentre outras movimentações. Isto nos leva ao seguinte questionamento: custo, despesa e investimento na academia. Qual a diferença?

Dada a realidade do mercado fitness, com um cenário altamente competitivo e exigente, é cobrado dos gestores cada vez mais habilidades de gestão e visão estratégica, e com isso, administrar os recursos com eficiência é requisito mínimo para sobreviver ao mercado e não ser esmagado pela concorrência, vide as low costs que se espalham pelo país. 

Assim, saber quais são seus gastos na empresa é indispensável para um planejamento a curto, médio e longo prazo, estabelecendo então quais melhorias poderão ser feitas no decorrer do tempo. 

O que é gasto?

Gasto é toda saída de dinheiro da empresa. Saídas essas que possuem uma finalidade diferente, e são classificadas em custo, despesa e investimento. Vejamos a definição de cada um a seguir:


O que é custo?


Os custos estão relacionados à produção, ou seja, são gastos que têm a ver com a atividade fim da empresa. Os custos têm entendimentos diferentes de acordo com cada segmento de negócio. Sendo:

Comércio: valor gasto na aquisição de mercadorias. 

Serviços: valor gasto relativo à execução do serviço, compreendendo os materiais, componentes, peças, mão de obra interna e externa, etc.

Indústria: valor gasto na fabricação, podendo ser a matéria prima, insumos, mão-de-obra interna e externa, etc.

Vale ressaltar que não existe um modelo específico, portanto, cabe ao gestor analisar seu próprio negócio para classificar que assim consiga classificar seus gastos de maneira eficiente.

Sendo os custos relacionados ao que é produzido, eles são variáveis, ou seja, muda de acordo com o volume de produção em um determinado período, assim, os custos podem ser diferentes em comparação com outro mês, dependendo se a produção foi menor ou maior. 

Podemos citar alguns exemplos de custos como: fretes pagos para obtenção de matéria-prima; compra de mercadoria para revenda;  salários dos envolvidos na produção; FGTS e INSS sobre o salário dos envolvidos na produção; energia elétrica consumida para produção da mercadoria ou do serviço.

Leia mais:

Como evitar fraudes na academia?
Financeiro da academia: qual a diferença entre faturamento, receita e competência?
Quais os desafios para transformar uma pequena ou média academia rentável nos dias de hoje?

O que é despesa?

Nenhum negócio funciona sem despesa, que nada mais é que um gasto utilizado para a manutenção da empresa. Aqui podemos citar contas de energia, água, telefone, aluguel, impostos, salário dos funcionários, gastos com marketing, materiais para escritório, internet, dentre outros.

O que é investimento? 

É aqui que o negócio acontece. Embora o investimento também seja um gasto que se assemelha a custos e despesas, ele é como uma aplicação de recursos. Isso significa que, ao fazer um investimento, espera-se que exista um retorno financeiro futuramente – considerando a realidade de muitas academias, esse retorno pode ser o aumento do número de clientes, por exemplo- isso quando é bem aplicado.  Sendo assim, podemos dizer que investimentos são gastos que agregam valor ao negócio.

Qual a importância de classificar os gastos?

Para além de uma funcionalidade contábil, classificar os gastos é indispensável para que você perceba como a sua empresa está operando, ou seja, se tem despesas muito abaixo ou acima do normal –  que é resultado direto das suas vendas –  se tem alguma área que necessita de mais recursos, etc. Assim, você consegue estabelecer metas com sua equipe para suprir com as demandas futuras. Ter um sistema financeiro que auxilie neste processo é o básico, uma vez que você otimiza seu trabalho, reduz seu tempo analisando vários documentos, e tem ampla visão estratégica sobre o seu negócio, tornando sua tomada de decisão mais assertiva com foco em lucratividade.

 

Ingridy Scartezzinni
Autor

Publicitária pela PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e Copywriter na empresa Pacto Soluções.


Deixe sua opinião e enriqueça o debate!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.