Indicadores da academia: como os KPIs podem ajudar a medir os resultados do negócio

4 min leitura

Descubra como ter Lucratividade em sua Academia

Todo negócio deve ser bem gerenciado para que o empreendedor tenha sucesso. No entanto, além da adoção de estratégias adequadas, também é preciso medir e avaliar os resultados obtidos, identificando se o negócio está realmente sendo rentável e trazendo os resultados esperados. É por isto que você deve analisar os indicadores da academia.

Dessa forma, por meio dos KPIs (Key Performance Indicators, ou seja, indicadores-chave de performance) é possível identificar possíveis falhas e distorções no negócio, o que oferece ao gestor a possibilidade de melhorar os pontos fracos e desenvolver os fortes.

KPIs – Indicadores de Desempenho

Os chamados KPIs, também conhecidos como indicadores de desempenho, permitem quantificar os dados dos resultados da empresa, verificando se ela está atingindo seus objetivos organizacionais. Essas métricas são importantes para qualquer negócio, porque ajudam a monitorar e controlar os resultados, servindo como base para a tomada de decisões mais assertiva.

No entanto, antes de começar a utilizar os KPIs, é necessário primeiramente entender qual é o planejamento estratégico do negócio, a fim de ter objetivos e metas bem definidos. Depois disso, é só verificar os tipos de KPIs existentes e utilizar aqueles que estejam mais alinhados ao seu negócio.

Produtividade

Os KPIs de produtividade medem a produtividade do colaborador e/ou da máquina por hora. No caso da academia, é importante analisar o uso dos equipamentos, verificando se os equipamentos disponíveis estão dando conta da demanda.

Assim, de forma bem resumida, veja alguns indicadores para academia (KPIs):

Estes KPIs de produtividade que indicam como os recursos da empresa estão sendo utilizados:

Qualidade

Analisam a qualidade do processo, mas, por estarem intrinsecamente ligados aos indicadores de produtividade, ajudam a identificar desvios que ocorrem ao longo do processo produtivo. No caso das academias, o KPI de qualidade pode ser usado, por exemplo, para monitorar o total de problemas que ocorrem nos equipamentos em determinado período de tempo e qual é o nível de satisfação dos alunos.

Capacidade

Os KPIs de capacidade analisam a habilidade de resposta no processo produtivo do negócio. Adaptando para as academias, o KPI de capacidade permite verificar quantas vezes uma máquina pode ser usada antes de apresentar avarias, por exemplo.

Estratégicos

Os KPIs estratégicos estão relacionados aos objetivos estabelecidos pelo negócio, oferecendo aos gestores a possibilidade de analisar se a empresa está atingindo o resultado esperado e caminhando para o rumo certo.

Lucratividade

Os indicadores de lucratividade são um pouco complexos, porque não levam em consideração somente o faturamento da empresa. É preciso calcular o percentual de lucro, ou seja, o faturamento da empresa menos os custos. O resultado pode apresentar distorções, como o fato de a academia ter um faturamento alto, mas não ter dinheiro em caixa, o que indica que os custos estão bastante elevados e devem ser repensados.

Turnover

O turnover é o índice de rotatividade de funcionários. É normal haver rotatividade em qualquer tipo de negócio, mas um alto índice de turnover pode apontar problemas de gestão, liderança e até de valorização dos colaboradores.

Renovação

O indicador de renovação oferece uma análise da saúde da academia e é bastante importante para esse tipo de negócio porque tem relação direta com a retenção de clientes. Um dos grandes problemas desse tipo de negócio é a desistência rápida dos alunos. No entanto, esse problema deve ser enfrentado, porque a retenção custa até cinco vezes menos que a captação de novos clientes.

Assim, o KPI de renovação identifica possíveis problemas e permite ao gestor pensar em estratégias específicas para evitar essa rotatividade de clientes.

Conversão

A academia deve analisar frequentemente a conversão, tanto do espaço físico quanto do site. A conversão analisa o total de visitantes que efetivamente acabam adquirindo o serviço oferecido. Assim, é possível saber se há alguma falha no processo de captação e conquista dos clientes.

Rotatividade

Esse índice também está relacionado á rotatividade de clientes e, consequentemente, tem relação direta com a lucratividade do negócio. Para calcular a rotatividade, basta pegar o número de desistências (renovações não realizadas)  e somar ao número de cancelamentos multiplicar por 100 e dividir pelo número de alunos ativos. O cálculo do percentual desta conta não deverá ser superior a 7,5%*, caso contrário você está com saldo negativo de alunos (não houve crescimento, só perda) e é necessário pensar em estratégias para resolver esse problema.

*Este número representa a média limite para “desistências + cancelamentos” analisados a partir da nossa plataforma de dados, o Game of Results.

Ocupação

Este é outro índice que deve ser adotado em academias, a fim de verificar se ainda é possível aumentar o número de alunos. O cálculo é feito pelo total de clientes dividido pela metragem da estrutura física. Assim, não se deve ter preocupação apenas em aumentar a quantidade de alunos. Caso o índice de ocupação esteja adequado, deve-se pensar em aumentar o ticket médio.

Ticket médio

Este KPI permite mensurar o valor gasto por cada cliente, o que permite otimizar os resultados por meio da oferta de serviços que podem ser agregadas ao plano já contratado pelo aluno. Por exemplo, se ele paga apenas a mensalidade de musculação e passa a pagar também por uma aula de karatê, consequentemente o ticket médio desse cliente aumentará, o que trará benefícios e lucratividade para a empresa.

Franquias

Até agora, você viu os KPIs e eles foram abordados de acordo com apenas uma unidade. Mas e se a sua academia fizer parte de uma franquia? Pois bem, os indicadores também são importantes nesse caso, porque permitem entender se o negócio está sendo bem-sucedido no setor.

Os KPIs das franquias são basicamente os mesmos que já foram vistos neste post. No entanto, existem outros que são mais voltados para o franchising.

Fluxo de caixa

Controlar o fluxo de caixa em uma franquia é importante, porque possibilita verificar quando o negócio retornará o valor investido. Isso pode demorar para acontecer e até lá é preciso ter um controle maior.

Motivação

Além dos resultados positivos ou negativos, também é preciso verificar se o franqueado está satisfeito com o negócio. Muitas vezes, o resultado é positivo, mas a motivação do franqueado não – e isso pode colocar a saúde da empresa em risco. Por isso, sempre é importante analisar qual é o grau de satisfação.


Relação franqueador x franqueado

O sistema de franquia estabelece um relacionamento que deve durar bastante tempo. Por isso, franqueador e franqueado devem ter comunicação frequente e transparente. A boa negociação entre ambos é fundamental para obter sucesso em ambas as pontas.

Depois de conhecer alguns KPIs que podem ser aplicados ao seu negócio, é importante lembrar que é essencial saber avaliá-los! Afinal, de nada adianta implementar indicadores de desempenho e não saber interpretá-los. Por isso, invista em conhecimento, capacitação e, se necessário, procure consultoria para academia profissional para ajudá-lo a analisar corretamente as informações. Assim, você consegue desenvolver o seu negócio, aprimorando os serviços e aumentando a satisfação dos clientes!

Gostou de aprender sobre os KPIs? Quais você já aplica na sua academia e quais ainda precisa implementar? Deixe seu comentário no post e tire suas dúvidas.

Tibério Lemes Certificado em Inbound Marketing pela Resultados Digitais. Designer Gráfico por formação, profissional de marketing com paixão. Atualmente Consultor Independente e Head of Marketing da Pacto Soluções
Tibério Lemes Certificado em Inbound Marketing pela Resultados Digitais. Designer Gráfico por formação, profissional de marketing com paixão. Atualmente Consultor Independente e Head of Marketing da Pacto Soluções

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar de
imagem-gestor-duvida2 ×

Como anda a gestão da sua academia?

Tenha uma visão clara e objetiva de todos os setores do seu negócio: Financeiro, Administrativo, Relacionamento, Marketing e outros.

FAÇA O DIAGNÓSTICO GRATUITO