Controlar as receitas e despesas da academia pode ser o motivo da dor de cabeça de grande parte dos gestores que não conseguem ter uma visão ampla das movimentações da academia. A falta de organização deixa muitos perdidos quando o assunto é saber o saldo de gastos ou qual a margem de lucro, por exemplo, o que resulta em vários problemas. 

Outros inclusive têm medo de lançar as despesas no sistema com medo de ver o quanto estão gastando (qual a lógica?), e mais tarde, quando as contas começarem a não bater, o desespero toma conta. Mas a realidade precisa ser encarada. Sabe aquela máxima “ o que os olhos não veem o coração não sente”? Pois é. No caso desses gestores ela não pode ser aplicada, a não ser que eles queiram fechar as portas. 

Então comece a fazer o  simples sem medo! Só assim você conseguirá ter um parâmetro sobre a saúde do seu negócio e planejar os investimentos necessários para seu crescimento no mercado. 

 

Como fazer o controle?


Todos os dias, é indispensável que você registre os seguintes itens em seu controle financeiro:


1. Saldo inicial

É o valor que inicia o controle financeiro. Esse valor é o quanto você tem disponível no início do dia, sem contar com os valores que irão entrar ou serão reduzidos.

2. Entradas

É o que você recebe pela venda do produto ou serviço. Aqui você precisa descrever a data de recebimento, a origem de cada receita e registrar qual foi a forma de pagamento (dinheiro, cheque pré-datado, depósito ou cartão de crédito) bem como o valor de cada entrada.

3. Saídas

São os valores que você irá pagar. Não deixe de registrar o destino das despesas e de que forma foram feitos os pagamentos. Classifique entre custos (que podem ser fixos ou variáveis) e a despesas.

Com isso você terá algumas informações úteis ao final do controle.

  • Saldo operacional – É o resultado financeiro das movimentações diárias. Corresponde à quantidade de dinheiro que entrou durante um período estipulado (mês, semana ou dia) e é obtido através do saldo entre gastos, entradas e saídas da empresa durante o tempo estipulado.
  • Saldo final – É a soma do saldo inicial com o operacional. Esse valor define quanto de receita foi acrescido a um negócio, ou caso feche em margem negativa, quanto será reduzido do saldo inicial.

Leia mais:

Como pagar comissão na academia?
Descubra e copie o poderoso segredo das low-costs
Como otimizar custos na academia? Veja 5 ações estratégias

 

Qual a diferença entre receita, custo e despesa?

Para ter um bom controle financeiro é fundamental você saber a diferença entre esses conceitos. Olha só:

Receitas são toda a renda gerada por uma empresa. Ela pode ser através de sua operação, como a venda de produtos e serviços, financeira com o recebimento de juros em suas aplicações ou ainda com a venda de itens de investimento, como máquinas e equipamentos.

Os custos estão relacionados à produção, ou seja, são gastos que têm a ver com a atividade fim da empresa. Os custos têm entendimentos diferentes de acordo com cada segmento de negócio. Sendo:

Comércio: valor gasto na aquisição de mercadorias.

Serviços: valor gasto relativo à execução do serviço, compreendendo os materiais, componentes, peças, mão de obra interna e externa, etc.

Indústria: valor gasto na fabricação, podendo ser a matéria prima, insumos, mão-de-obra interna e externa, etc.

Vale ressaltar que não existe um modelo específico, portanto, cabe ao gestor analisar seu próprio negócio para classificar que assim consiga classificar seus gastos de maneira eficiente.

Já a despesa nada mais é que um gasto utilizado para a manutenção da empresa. Aqui podemos citar contas de energia, água, telefone, aluguel, impostos, salário dos funcionários, gastos com marketing, materiais para escritório, internet, dentre outros.

Alguns cuidados

Alguns cuidados para você levar em consideração na sua rotina:

  • Separe o controle financeiro da empresa de suas finanças pessoais.
  • Não contabilize como saldo positivo cheques devolvidos ou a serem compensados.
  • Contas em atraso devem ser cobradas com rapidez para não prejudicar o capital de giro.
  • Faça uma anotação das movimentações bancárias, como recebimento de depósitos, transferência e saques.
  • Mantenha a disciplina em dia: não deixe de anotar e fazer atualizações periódicas no seu controle financeiro. Isso é fundamental para o sucesso da sua gestão financeira.
  • Busque fazer sua projeção financeira anual. Isso facilita a projeção de despesas e receitas, evitando surpresas desagradáveis.

 

Anotar tudo é a maneira mais fácil de organizar as despesas e receitas de uma empresa. Com organização e um sistema eficiente, é possível ver à quantas caminha o destino financeiro da sua academia – e assim, pensar qual é o próximo passo a ser tomado!

 

Se você é cliente  Pacto e quer aplicar o passo a passo em seu sistema, baixe o e-book gratuito de Como ter uma rotina financeira com foco em resultados clicando aqui.

Ingridy Scartezzinni
Autor

Publicitária pela PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e Copywriter na empresa Pacto Soluções.


Deixe sua opinião e enriqueça o debate!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.