As temíveis low costs são o motivo de muita preocupação para muitos gestores de academia que, na primeira concorrente aberta do lado, já pensam que terão de entrar na guerra de preço para tentar atrair e manter os clientes que já possuem. A boa notícia é que não precisa se desesperar. Já passou o tempo em que o preço era o principal fator de diferenciação de uma empresa, e com a expansão das low costs muitos empresários não conseguem enxergar outra saída. 

Não custa nada frisar a realidade do mercado atual: entregar mais do mesmo não é atrativo para o cliente, então, qual é o segredo das low costs nesse aspecto? Como elas conseguem cobrar barato e ao mesmo tempo ter um fluxo alto de alunos? Bem, a resposta não é difícil: o segredo está no valor percebido! Quando você tem o valor do seu negócio bem definido e difunde isso para o mercado, as pessoas que te procurarem pagarão o preço que você quiser. 

O que significa agregar valor?

Valor é diferente de preço. Preço é o que o seu cliente paga, e valor é o que ele leva, ou seja, agregar valor ao produto ou serviço tem a finalidade de  oferecer uma melhor experiência que o seu concorrente.

Qual é o seu valor?

Já que estamos falando de proporcionar uma melhor experiência, você precisa entender como o seu serviço impacta na vida do cliente, ou seja, qual é a percepção social que ele tem ao utilizar a sua marca, e como isso afeta a rotina dele. 

Por que as low costs fazem sucesso? Porque elas entregam o que se propõem. Estrutura,  bons aparelhos e um bom atendimento, ainda que superficial, visto que o foco aqui é a alta rotatividade;  ao passo que as academias convencionais prometem o mesmo de sempre mas não cumprem, os professores não dão a devida atenção, então, por que o cliente deveria pagar mais caro? 

Olhe para dentro do seu negócio e se pergunte: o que você tem de diferente? O que faz você ser único? Seu atendimento? Seu serviço personalizado?

Leia mais:

Posicionamento de marca para academias: um pequeno guia para não errar 
Como consolidar a cultura da academia?
6 dicas para chamar atenção de quem não pratica exercícios

Como descobrir o seu valor?

Olhe para as dores do seu cliente! O que ele busca ao se matricular em uma academia? Emagrecer? Ganhar massa? Ter mais qualidade de vida? Qual é o real objetivo dele? Sua academia consegue atendê-lo de maneira que supere as expectativas?

Sabendo disso você pode, por exemplo, para os alunos que querem emagrecer, oferecer uma modalidade a mais por algum período de tempo, ou algumas consultas com uma nutricionista parceira. São inúmeras as possibilidades que você pode adotar de acordo com a realidade do seu negócio. Ações simples podem fazer a diferença na sua academia. 


“Meu serviço é de qualidade”

E antes de você pensar em falar que o seu serviço é de qualidade, saiba que qualidade é o mínimo que o seu aluno espera de você, portanto, isso não deve ser usado como argumento de diferenciação. 

Existem dois tipos de valor: o primeiro é tangível, o que de fato o seu serviço entrega de melhorias para o cliente, e o segundo é o valor que ele percebe. Por isso a importância de uma comunicação consistente, seja no ambiente digital ou dentro da academia, para que assim você consiga se posicionar da maneira correta e seus clientes percebam o seu diferencial perante a concorrência.

Faz sentido para você?

Ingridy Scartezzinni
Autor

Publicitária pela PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e Copywriter na empresa Pacto Soluções.


Deixe sua opinião e enriqueça o debate!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.